Total de visualizações de página

Esta é uma página do Facebook, Clique para Curtir ou Compartilhar

Miscigenação

Sou negro-índio-europeu,
A raça que sobreviveu
à todas as atrocidades.
Misturo raça, credo e cor,
Um povo forte e lutador
Que resistiu tantas maldades.

Eu sou o povo brasileiro,
Tenho sangue de guerreiro,
Eu sou a miscigenação.
Eu sou um povo de raiz,
Eu construi esse país,
Eu sou a cara da nação.

Sou um país em ascensão,
Sou um povo de união,
Sou um país de esperança.
Eu sou um povo de beldades,
Com tantas possibilidades
De um país que é tão criança.

12 comentários:

  1. Respostas
    1. Talissa, Todos os poemas e poesias publicadas aqui, são de minha autoria. Obrigado por visitar minha página e gostar de poesias.

      Excluir
  2. Respostas
    1. Você é muito engraçado Alan.

      Visite universo da rima no Facebook.
      https://www.facebook.com/universodarima/

      Excluir
  3. Alan, sou professora e vou usar o seu poema em uma aula de história, tudo bem?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isabel, pode utilizar este poema sim, desde que dê os devidos créditos e divulgue a todos, obrigado.
      Visite universo da rima no Facebook.
      https://www.facebook.com/universodarima/

      Excluir
  4. Vou usar esse poema na minha aula e vou citar a fonte. posso?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marília, pode utilizar este poema sim, desde que dê os devidos créditos e divulgue a todos, obrigado.
      Visite universo da rima no Facebook.
      https://www.facebook.com/universodarima/

      Excluir
  5. Olá a todos!
    O Alan Cleiton é um brincalhão...
    Todos os poemas e poesias publicadas aqui, são de minha autoria.

    ResponderExcluir
  6. Parabéns Botelho!um lindo poema.Estou escrevendo um poema como o seu para um projeto da minha escola,curso o 3°,seu poema servirá de inspiração para a produção do meu poema.

    ResponderExcluir

Postagens mais visitadas