Total de visualizações de página

sábado, 2 de outubro de 2010

A Dor da Fome (Sobre Sociedade)

Seu moço, eu não sei mais o que faço.
Seu moço, o alimento é escasso.
Seu moço, a fome está na minha mesa.
Futuro, para mim, é incerteza.

Seu moço, eu tenho medo do inverno.
A fome e o frio são um inferno.
Da terra eu tirava o meu sustento,
Na roça não faltava o alimento.

Quando cheguei aqui nesta cidade,
Eu tinha muita força de vontade.
Queria arranjar um bom emprego,
Quem sabe ter um pouco de sossego.
Más, eu me deparei com a verdade
E esta é minha realidade.

Seu moço, a coisa aqui tá muito séria.
Meus filhos tão crescendo na miséria.
Nosso país é cheio de riquezas,
Eu sou o outro lado, o da pobreza.

Seu moço, eu pareço mais um bicho.
Virando e revirando esse lixo.
Eu mato essa dor que me consome.
Más, seu moço, eu vou morrer de fome.

4 comentários:

Todos os direitos reservados. Ao utilizar esta material em alguma postagem, não se esqueça de apontar a autoria. Basta copiar o link a página no navegador, copiar e colar.

Postagens mais visitadas na Última Semana

Postagens mais visitadas no Ano Passado